Alagoinhas
Famosos
Investigação
Conceição do Coité
Política
Mulher encontrada morta em Esplanada nesta sexta-feira foi esfaqueada pelo filho
Crueldade
Mulher encontrada morta em Esplanada nesta sexta-feira foi esfaqueada pelo filho
Publicado em 16/12/11
Reportar erro

O serviço de investigação da policia civil de Esplanada num trabalho ágil, prendeu hoje pela manhã,Nelson Santana, também vulgarmente conhecido como Nelson Fominha e Barrão, natural da cidade de Rio Real e portador do RG 03610824-36, era solteiro e trabalhava como servente de obras.

O homem foi preso dentro da residência onde no Roll, Dona Joventina Maria Santana foi encontrada na manhã desta sexta-feira (16) esfaqueada em várias partes do corpo .

Nelson Santana, tem na sua ficha criminal algumas passagens pela policia na cidade de Alagoinhas acusado de ameaças de morte aos seus denunciantes e também a prática de um outro homicídio com detalhes não apurados por nossa equipe.

Nascido em 1962, o acusado tem 49 anos e Dona Joventina Maria, vitima do crime cometido nesta manhã, nada mais era do que sua mãe.



Segundo informações, Nelson Santana, esfaqueou sua mãe por volta das 02:00 horas da manhã, quando chegou em casa possivelmente drogado.
Em matéria anterior, era possível ser verificado nas imagens, que a calcinha da vitima encontrava-se na altura dos joelhos o que também pode leva a crer que houve a prática de abuso sexual antes ou depois do assassinato, informações essas não confirmadas, mas que serão verificadas em pericia da policia técnica.

Preso, Nelson Santana, Nelson Fominha e ou Barrão, se encontra na delegacia de Esplanada, onde ficará a disposição da justiça, que a qualquer momento definirá o destino do criminoso.

Informações e imagens cedidas pela delegacia de policia.


Jornalismo Rede News por Esplanada News



Comentários
AVISO: Os comentários exibidos acima não representam a opinião deste site, a responsabilidade é do autor da mensagem. Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site.