Homem é morto após impedir ex-companheira de entrar em casa

Do Aratu Online

Foto: reprodução

Nesta sexta-feira (16/6), Antônio da Conceição Silva, de 43 anos, morreu após queda provocada por um empurrão da ex-companheira, Marilene dos Santos, de 38 anos. O crime aconteceu na porta da casa da vítima, na Rua do Cajueiro, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Os dois ficaram juntos por 10 anos, mas já haviam terminado há dois.

Segundo informações da 4ª Delegacia de Homicídios, Marilene tentava entrar na casa de Antônio ao desconfiar que ele estaria com outra mulher e, ao ser impedida, empurrou a vítima que bateu cabeça e não resistiu aos ferimentos. A acusada, que é segurança em uma agência bancária, foi presa em flagrante e indiciada por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Na delegacia, Marilene negou ter ido à casa do ex-marido para ver se ele estava com outra mulher e disse que foi cobrar pensão alimentícia da filha, que segundo ela, estava atrasada. Antônio registrou uma filha de Marilene, que hoje tem 15 anos. Ele deixa também uma filha de 8 anos de outra relação.

Familiares e vizinhos da vítima relataram à polícia, que a acusada, já tinha ameaçado matar Antônio diversas vezes e que vinha rondando a casa dias antes do crime.



COMENTÁRIOS

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Alta Pressão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Alta Pressão pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

COMPARTILHAR