ALAGOINHAS: Conselho de Defesa dos Direitos da Mulher lança campanha ‘Sim! Eu protejo a Mulher’

Por Silvestre Santos, Alta Pressão

Foto: José Carlos/Alta Pressão Online

Na noite desta quinta-feira, (10/7), aconteceu o lançamento da campanha ‘SIM! EU PROTEJO A MULHER’. O evento foi realizado às 19h no auditório do Hotel Kasa Grande, em Alagoinhas.

Juci Cardoso, Presidente do Conselho – Foto: José Carlos/APO

Juci Cardoso, Presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, falou sobre a violência contra a mulher que ultimamente vem se alastrando no município. “Está na hora de dar um basta nisso”, disse.

A capitã da polícia militar, Iara, que representou o 4°Batalhão no evento, falou sobre o caso da professora Rosângela, assassinada no mês de abril, caso este que até hoje não teve um desfecho final.

Representando a guarda civil municipal, Renata Fortaleza, falou do trabalho que a Guarda vem desenvolvendo e de várias ocorrências que a equipe tem acompanhado constantemente na cidade.

Também estiveram presentes no lançamento da campanha, o secretário de assistência social Alfredinho Menezes juntamente com sua equipe, os vereadores Pastor Lins, Thor de Ninha, Luciano Sérgio e Luciano Almeida, a vice-perfeita e secretaria de cultura Iraci Gama, o ex-vereador e sindicalista Radiovaldo Costa, a primeira-dama Carla Reis e a delegada da DEAM, Roselene de Almeida, que ressaltou a importância da realização da campanha.

De acordo com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, esta importante ação tem como objetivo o recolhimento de assinaturas para reforçar o pedido pela implantação do plantão 24h na DEAM. “É a noite e nos finais de semana que acontece a maioria dos casos de violência contra a mulher, e nós precisamos que o principal aparelho da Rede de Proteção funcione a contento”, ressalta a presidente.

Foto: José Carlos/Alta Pressão Online
Foto: José Carlos/Alta Pressão Online



COMENTÁRIOS

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Alta Pressão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Alta Pressão pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

COMPARTILHAR